sáb. jan 29th, 2022

Sociedade se mobiliza para plantar um milhão de árvores

Na última Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP26) em Glasgow, na Escócia, um dos principais acordos entre os representantes das 195 nações presentes foi o de reverter o desmatamento até 2030. E uma das medidas é investir US$ 19 bilhões de fundos públicos e privados, na proteção e restauração das florestas. Há décadas, esses compromissos, eles são assinados nas conferências do clima, mas a sociedade, ela não vê chegar esses compromissos na ponta. Já não se trata de dizer qual a importância das árvores para reverter o aquecimento global e a crise climática.
Por isso a sociedade cansada de blá-blá-blá, ela parte para a ação direta e milhares de movimentos da sociedade focados em ação direta de reflorestamento, de construção de uma consciência ecológica crescem no mundo. No Brasil, em Brasília, Distrito Federal, desde 2019, iniciou-se o Movimento Regenerativo Tempo de Plantar, que se espalhou pelo Brasil, e outros lugares do mundo, diferente de outros movimentos que gastam bilhões em campanha de publicidade, de marketing verde, este movimento ecológico é focado na ação de mobilizar as pessoas todos os anos a viverem uma experiência de cultivar e depois plantar uma muda árvore.
A meta do movimento é ambiciosa, plantar um milhão de árvores todos os anos no tempo das chuvas, que na maioria dos biomas brasileiros, exceto em algumas regiões, vai de outubro a março, “quando as águas de março veem fechar o verão”. E, nesse período, o movimento sonha que as pessoas possam viver a uma experiência de plantar uma árvore, adotando uma região próxima onde elas vivem, para regenerar, plantando espécies de árvores nativas do seu bioma. Aonde precisa de uma árvore e, segundo o movimento, “todo lugar precisa de uma árvore”.
Neste esforço de criar uma cultura regenerativa, o movimento estimula as pessoas a se voluntariarem num Comitê de Plantio de Árvores e a viverem a jornada de sonhar, planejar, realizar e celebrar uma ação regenerativa de plantio de árvores em sua cidade, no seu bairro ou no seu condomínio. Doando o seu tempo, seus recursos próprios e buscando as parcerias para realizar um sonho regenerativo. A proposta é fazer onde você estiver, usando o que se tem e fazendo o que ele pode, para construir a consciência de que “todo ser humano plante e cuida de uma árvore por cada ano da sua vida”. E o movimento questiona: quantas árvores você já plantou na sua vida? Onde elas estão? Como elas estão? Imagina milhares de pessoas todos os anos saindo de casa para plantar uma árvore?.
O movimento acredita que é pela experiência de plantar uma árvore que irá reconectar as pessoas à Mãe Terra. Para o Tempo de Plantar, a vida moderna, urbana e cada vez mais digital promoveu a separatividade entre as pessoas e a natureza. A natureza, ela só é lembrada na hora das férias de fim de ano, quando as pessoas querem desfrutar das suas belezas, das suas praias, do ar puro, das suas águas limpas, das suas florestas. Mas, no seu hábito de consumo diário, deixam um rastro de destruição e morte, promovendo o ecocídio, e não contribuem para preservar a natureza e as outras espécies, os outros seres vivos que também habitam o planeta e compõem a diversidade da teia da vida.
O movimento chama atenção que quase todas as experiências dos humanos ao longo de um único ano de vida são só de consumir a Mãe Terra. E o movimento quer reverter isso, convidando as pessoas a também viverem experiências de regeneração de cuidado com a Terra, pois, segundo o movimento, “ninguém cuida daquilo que não se ama”. Por isso, as milhares de pessoas que em vários lugares do Brasil, sempre no primeiro domingo de dezembro, são convidadas a viver uma experiência de “amor incondicional, por você, pelo outro e pela natureza”, plantando uma árvore, pois nem sempre quem planta uma árvore desfrutará da sua sombra. E, ao plantar uma árvore, o movimento convida as pessoas a proferir um mantra, uma oração, um rezo, repetindo várias vezes até não conseguir mais: “Eu sou a Terra. E a Terra sou Eu”.

Serviço
Haverá plantio de árvores no Tempo de Plantar’2021 nos Estados de Alagoas | Ceará | Bahia | Distrito Federal | Espirito Santo | Goiás | Minas Gerais | Pará | Paraíba | Pernambuco | Paraná | Rio de Janeiro | Rio Grande do Sul | São Paulo | Tocantins | e um plantio em Buenos Aires, Argentina.

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: