Nova data para o retorno foi recomendada pelo Comitê Científico

O retorno às aulas na rede pública municipal de educação, inicialmente previsto para o dia 7 de fevereiro, pode ser adiado para o dia 14 de fevereiro. O adiamento foi uma orientação do Comitê Científico – grupo formado pelo governo municipal, médicos, infectologias e Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) – em reunião realizada nesta quinta-feira (20). O objetivo é que os profissionais da educação possam se adaptar à nova realidade sanitária.
Quem decidirá pela mudança ou não no calendário é Conselho municipal de Educação (Comed), formado por membros do poder público e da sociedade civil. Haverá uma reunião extraordinária do conselho na próxima semana, quando os conselheiros decidirão o tema. Além disso, a Prefeitura está criando uma comissão para coordenar a volta às aulas e estudar um plano de retorno. Essa comissão será presidida pela secretária de Educação, Adriana de Paula.
“O aumento do número de casos de covid-19 muito nos preocupa. Precisamos promover de fato um retorno às aulas de forma segura para todos os profissionais, todos os alunos, todas as famílias. Precisamos avançar na vacinação das crianças, e esse processo já foi iniciado na nossa cidade. Precisamos trabalhar com a formação dos nossos profissionais, para lidar com essa situação da pandemia. Então se faz necessário esse adiamento, para que nós tenhamos esse tempo de respiro, para promover tudo isso”, disse a secretária de Educação, Adriana de Paula.
O prefeito Rubens Bomtempo destacou o respaldo técnico para as decisões referentes à volta as aulas. Criado pela Prefeitura no início do mês, o Comitê Científico tem a missão de monitorar e assessorar as medidas de enfrentamento à covid-19 em Petrópolis.

Cartão-merenda
Com a volta das aulas presenciais na rede municipal, a merenda escolar volta a ser fornecida diretamente nas escolas, e não mais por meio do cartão-merenda, que teve o contrato encerrado ainda no governo interino.

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: