qua. maio 18th, 2022

Projeto Transformando Vidas Pelo Esporte retorna para 2022

Atividades são retomadas com alteração de local e horário


Após o recesso de fim de ano, o Projeto Transformando Vidas Pelo Esporte já retornou com as atividades em 2022. Com mudança de local e novos horários, as aulas de futebol e futsal estão acontecendo normalmente em 10 bairros da cidade, após um intervalo no final de 2021. O Projeto Transformando Vidas Pelo Esporte é realizado pela Liga Petropolitana de Desportos (LPD), com patrocínio da Enel Distribuição Rio e da Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude do Governo do Rio.
“Estamos percorrendo todos os núcleos do projeto para acompanhar a retomada das aulas em 2022. Algumas crianças ainda estão retornando de férias, por isso em alguns locais ainda não estamos com todos os alunos. A nossa intenção com as visitas também é de ouvir a demanda dos profissionais que estão diariamente nas aulas, buscando melhorar cada vez mais o suporte para eles e os alunos”, explica o idealizador do projeto, Geraldo Barros.
Os alunos do Caxambu agora realizam as aulas em um novo local. Anteriormente sendo realizadas no Centro de Iniciação Esportiva (CIE) Paulo Guerra Peixe, agora as atividades acontecem no Estádio Santa Isabel. Além disso, alguns núcleos sofreram alteração de horário, devido às férias escolares das crianças e adolescentes.
Ao todo, 600 crianças dos seis aos 17 anos são atendidas pelo Projeto Transformando Vidas Pelo Esporte, que está presente em 10 comunidades de Petrópolis. Cada núcleo em um bairro, possui acompanhamento de um professor e um estagiário de educação física, e um agente comunitário, nas aulas de futebol e futsal.
Cada núcleo conta com 60 alunos, entre crianças e adolescentes. Eles têm aulas duas vezes na semana, sendo divididos em três grupos nas atividades durante o dia. O projeto “Transformando Vidas Pelo Esporte” está presente nas quadras do Castelo São Manoel, Alto da Serra, Bataillard, Boa Vista, Independência, Bingen, Fazenda Inglesa, Valparaíso, Carangola e no Caxambu.

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: