Petrópolis tem saldo positivo em contratações no setor de hospedagem e alimentação em 2021

Com isso, Turismo demonstra força para geração de empregos e recuperação da economia afetada pela crise da covid-19, sendo impulsionado por grandes eventos, como o Natal Imperial
Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério do Trabalho, revelam que Petrópolis teve saldo positivo em contratações de mão de obra no setor de alojamento e alimentação em 2021. Ao todo, foram 513 novos postos formais ao longo do ano. Só no mês de dezembro, foram gerados 85 empregos. Com isso, o setor de turismo demonstra força para geração de empregos e recuperação da economia da cidade afetada pela crise da covid-19.
O segmento é impulsionado por grandes eventos, como o Natal Imperial, que atraiu mais de 300 mil pessoas para a cidade. O Caged mostra que só em dezembro Petrópolis teve 85 novas vagas preenchidas por trabalhadores em alojamento e alimentação.
Presidente do Sindicato de Hotéis, Bares e Restaurantes de Petrópolis, Germano Valente
explica que os números não chegaram a compensar as perdas de postos de trabalho de 2020, mas foi um ano de grande avanço. “Diante do cenário atual, o que mais a cidade precisa hoje é aumentar os postos de trabalho e o Turismo, que é intensivo em mão de obra, pode ajudar muito neste processo”, diz. Para Germano, ter eventos, como o Natal Imperial, potencializam as contratações.
Silvia Guedon, Secretária da Turispetro, reforça que o Natal Imperial é certamente um atrativo para incrementar o turismo, e vem consolidando-se a cada ano, movimentando toda a cadeia turística, gerando empregos (diretos e indiretos) e renda.
“O resultado apontado pelo Caged reflete o diferencial resultante do período do Natal Imperial. Deve ser lembrado que a alta temporada na Serra é o período de inverno, o que, comparativamente, demonstra que o período do Natal se consolidou no nosso calendário”, comenta.
Importante parceiro para realização do evento, o Natal Sesc já se consolidou na programação da cidade e também representa um atrativo turístico de fundamental relevância para o município. Segundo Antonio Florencio de Queiroz Junior, presidente do Sistema Fecomércio RJ, este é um projeto que já faz parte do calendário de eventos da cidade, assim como o Festival Sesc de Inverno e, mais recentemente, o Sesc Verão.
“Ao mesmo tempo em que oferecemos educação, cultura, lazer, saúde e assistência à população com esses eventos, estamos também estimulando a economia local. Esses projetos atraem um grande contingente de turistas que movimentam diversas cadeias produtivas, resultando em geração de emprego e renda na região”, destaca.
A presidente do Sindicato dos Empregados em Turismo e Hospitalidade de Petrópolis, Luciana Porto afirma que ter eventos como a Bauernfest e o Natal Imperial, entre outros,faz com que os hotéis fiquem cheios e, consequentemente, os restaurantes e lanchonetes gerando renda para esses setores e criando a necessidade de se empregar mais.
De acordo com Luciana, o turista quando chega na cidade quer ter coisas para ver e se divertir. “Esses eventos saciam esse desejo dos nossos turistas. E com mais eventos, mais geração de emprego e renda, que é a nossa preocupação. Quanto mais empregos mais fortalecida fica a nossa categoria, modificando um conjunto de fatores que contribuem para o crescimento da cidade como um todo”, conclui.

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: