Em quatro dias de chuva, Defesa Civil registra quase 100 ocorrências na cidade

Há quatro dias em Estágio Operacional de Atenção, Petrópolis soma quase 100 ocorrências em função da chuva, que afeta a cidade de forma constante, desde a última segunda-feira (7). A maior parte dos atendimentos registrados foi por deslizamentos (36 casos) ou por avaliação de risco geológico ou estrutural em ruas e residências (33 casos). A Prefeitura acionou equipes das secretarias de Defesa Civil, Obras, Serviços, Segurança e Ordem Pública, Assistência Social, além de CPTrans e COMDEP, para dar o suporte ao atendimento de ocorrências se necessário.
“Estamos novamente em uma fase preocupante de chuvas. Empenhamos todos os nossos esforços para garantir qualidade e celeridade no atendimento à população que for afetada por ocorrências da chuva”, destacou o prefeito Rubens Bomtempo.
Desde o início da semana de chuva constante, a Defesa Civil trabalha com reforço no efetivo. Todas as equipes foram acionadas para agilizar os atendimentos. Agentes operacionais e técnicos – engenheiros e geólogos – atuam em conjunto, incluindo assistentes sociais quando necessário. Até o momento, as equipes realizaram 16 interdições a imóveis nas localidades de Araras, Quissamã, Itamarati, Duarte da Silveira, Bairro Castrioto e Posse. As famílias foram realocadas em casa de parentes e recebem todo o suporte da Secretaria de Assistência Social, que avalia de acordo com o perfil social, os benefícios adequados a cada caso.
Além de deslizamento, avaliações geológicas e estruturais em ruas e casas, a Defesa Civil também tem atuado em casos de queda de árvore, de poste, problemas em vias como buracos, afundamentos, alagamentos e inundações, infiltrações, rachaduras e vistorias preventivas. Em Boletim Geológico, a Defesa Civil destacou risco para deslizamentos, em função do elevado volume pluviométrico, nas regiões do primeiro e segundo distrito. “Tendo em vista a situação de maior criticidade por conta da chuva constante, mantemos toda a nossa estrutura mobilizada para o suporte às ocorrências. Pedimos que a população fique atenta aos nossos alertas e em caso de emergência ligue para o 199”, pontuou o secretário de Defesa Civil, o tenente-coronel Gil Kempers.
Em Boletim Meteorológico, a Defesa Civil destaca que a cidade está sob a atuação da Zona de Convergência do Atlântico Sul na Região Sudeste, que mantém as condições de tempo instáveis. A previsão é de chuva de intensidade fraca a moderada, a qualquer momento do dia, até o próximo sábado (12). Nesse período, a cidade continuará com céu nublado a encoberto, com declínio na temperatura que pode variar entre 14 °C a 21°C.
Além do monitoramento das condições do tempo, as equipes da Defesa Civil seguem acompanhando o funcionamento da cidade por meio das 56 câmeras do Centro Integrado de Monitoramento de Petrópolis (CIMOP), por onde os agentes conseguem identificar intercorrências por conta da chuva e atuar de forma antecipada. A secretaria realiza o envio de SMS com as atualizações sobre a previsão do tempo, que também pode ser conferida pelo boletim no link https://bit.ly/3vmRgZ2 e no site do órgão https://www.petropolis.rj.gov.br/dfc/.
A Defesa Civil orienta que a população fique atenta aos avisos e alertas que podem ser emitidos no período e em caso de emergência, ligue 199.

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: