Petrópolis tem baixo índice de infestação do mosquito Aedes aegypti

A Coordenadoria de Vigilância Ambiental, da Secretaria de Saúde, concluiu o segundo Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa) de 2022. Entre os dias 4 e 7 de abril, foram visitados 5.008 imóveis do município e o índice de risco de infestação predial em Petrópolis ficou abaixo de 1%, considerado baixo pelo Ministério da Saúde (MS).
“Apesar de o município estar numa posição tranquila, é fundamental que a população continue fazendo a sua parte. Cuidando de sua casa e mantendo hábitos básicos contra o mosquito. Em Petrópolis a análise feita no início do mês apontou 0,72% de infestação, ou seja, ficamos abaixo do aceitável pelo Ministério da Saúde, que é 1%”, explica o prefeito Rubens Bomtempo.
De acordo com o secretário de Saúde, Marcus Curvelo, a expectativa inicial era de que as equipes de agentes de endemias visitassem 4,7 mil imóveis. “Superamos essa marca e o resultado foi ainda mais favorável. Porém, independente da estação, o trabalho de combate aos vetores e de orientação à população é desenvolvido durante todo o ano e intensificado durante a realização do LIRAa. Nas visitas, são realizadas vistoria, destruição de criadouros e aplicação de larvicidas, quando necessário”, destaca o secretário.
As estatísticas da Secretaria de Saúde mostram que de janeiro a abril de 2021 foram registrados três casos de dengue na cidade, enquanto no mesmo período deste ano apenas um foi contabilizado.
A orientação, segundo o secretário, é para que a população coloque em prática as ações da campanha 10 Minutos Contra a Dengue, identificando e eliminando os criadouros de mosquitos em suas residências. As próximas etapas do LIRAa devem acontecer entre os dias 20 e 23 de junho e de 3 a 6 de outubro. Por meio da ação é possível determinar o índice de infestação do mosquito transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya.

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: