qui. jun 30th, 2022

Polo de testagem e atendimento da UPA Cascatinha passa a funcionar 24 horas a partir desta segunda

O polo de testagem e atendimento para covid-19, na área externa da UPA Cascatinha, funcionará 24 horas a partir desta segunda-feira (13). Com o notável aumento de casos relacionados a síndromes respiratórias e gripais, nas últimas semanas, uma equipe com dois médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem passará a atender no local exclusivamente os pacientes que apresentarem sintomas associados a doença, que nem sempre estão ligados ao coronavírus.
A medida foi determinada pelo prefeito Rubens Bomtempo. Ele destaca que neste momento, a preocupação está voltada para as síndromes respiratórias que podem impactar nas portas de urgência e emergência do município. “Por isso definimos pela manutenção do posto de testagem aberto diuturnamente. Queremos garantir o acolhimento da população e atendimento de todos, independente da hora que procurem a unidade de saúde”, frisa o prefeito.
Segundo o secretário de Saúde, Marcus Curvelo, no último dia 2 de junho, por exemplo, apenas a tenda de testagem da UPA Cascatinha atendeu 296 pessoas com sintomas de síndromes gripais e respiratórias. Destas, apenas 47 deram resultado positivo para covid-19. “Mantendo a tenda aberta 24 horas, estamos aumentando a nossa capacidade de atendimento de todos que procurem o local. Porém, é fundamental que toda a população continue se mobilizando e se vacinando, tanto contra a influenza quanto a covid-19. O uso de máscaras em ambientes fechados, como já está recomendado no último decreto municipal, assim como no caso de surgimento de sintomas de gripe, também são essenciais”, frisa Curvelo.
Por isso é preciso ressaltar o uso de máscaras e manutenção de todos os outros protocolos sanitários, como uso de álcool em gel e distanciamento social, pois só assim iremos diminuir o número de casos relacionados a síndromes gripais agudas graves”, frisa o secretário de Saúde, Marcus Curvelo, também reforçando a importância da vacinação contra covid-19 e influenza, principalmente com a segunda dose, que está com baixa adesão na cidade.
O diretor-presidente do Serviço Social Autônomo do Hospital Alcides Carneiro – Sehac, Ricardo Patuléa, apontou a necessidade da providência. “Com a chegada do frio e a aproximação do inverno aumentam os casos de síndromes gripais, tanto de adultos quanto pediátricos, e um ponto de atendimento específico em tempo integral chega para aliviar a demanda dos outros casos nas urgências, além de diminuir o risco de contágio entre os pacientes” destacou.

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: