sáb. jul 2nd, 2022

Programa da Secretaria de Educação combate evasão escolar na cidade

Com o objetivo de envolver toda a comunidade na campanha do programa da Busca Ativa Escolar Petrópolis, aconteceu na quarta-feira (15) o Dia B nas escolas. A iniciativa promovida pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Educação, foi um sucesso e contou com a participação dos pais, alunos, representantes da sociedade civil e as equipes das escolas.
“Queremos envolver toda a sociedade nessa campanha de Busca Ativa. Lugar de criança e adolescente é na escola e reduzir a evasão escolar é um compromisso que temos com a educação”, ressaltou o prefeito Rubens Bomtempo.
Na Escola Municipal Jamil Sabrá, a roda de conversa reuniu pais e alunos. Em 2021, a unidade contabilizou 50 estudantes evadidos.
“Na semana passada, depois de quase dois anos tentando contato, um aluno reapareceu. Quando conseguimos que um deles retorne para a escola é gratificante”, disse a diretora da unidade, Márcia Biasuz. “É importante que todos se envolvam e que proponham soluções para a reinserção desses estudantes”, frisou a diretora.
A secretária de Educação, Adriana de Paula explica que os motivos da evasão ou infrequência dos estudantes são os mais variados. “São dois anos de pandemia onde o ensino remoto infelizmente não chegou a todos. Depois tivemos as chuvas de fevereiro e março. Além disso, ainda temos as questões sociais e econômicas que afastam principalmente os adolescentes do ambiente escolar”, disse a secretária.
Além do “Dia B” nas escolas, a campanha também vai contar com um concurso de vídeo. A ideia é que os próprios alunos façam os vídeos (de até 30 segundos) chamando os colegas para retornarem as salas de aula. Os trabalhos selecionados serão apresentados no dia 30.
Dados da Secretaria de Educação mostram que em 2021, 532 alunos estavam fora das escolas na rede municipal de ensino. A situação é mais grave na Educação de Jovens e Adultos, a EJA, onde houve uma evasão de aproximadamente 243 estudantes em 2021.
O trabalho da Busca Ativa Escolar acontece o ano inteiro. Os profissionais junto com as unidades tentam contato com os pais e responsáveis pelos alunos para entender as causas da infrequência escolar e tentar sensibilizar para o retorno às salas de aula. O Busca Ativa é formado por representantes das secretarias de Educação, Saúde, Assistência Social; do Conselho Tutelar e do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA).

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: