Aplicativo vai emitir alertas e alarmes em situações de emergência

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Defesa Civil, promoveu essa semana treinamento com equipe técnica e representantes de comunidades com foco na elaboração de um aplicativo para a emissão de alertas e alarmes em situação de emergência. O treinamento, realizado com a startup Wiiglo – que atua em parceria com a Prefeitura – visa desenvolver sistema de acionamento da população em dias de chuva forte. A medida cria mais um mecanismo para minimizar riscos e fomentar a resiliência local, especialmente no período de chuvas.
“Estamos com diferentes frentes atuando para a criação de novos mecanismos de segurança para que possamos ter maior estrutura durante o próximo período de chuvas. Esse é o momento de nossas equipes se prepararem para que seja dado maior suporte para a população e nossa cidade como um todo”, destacou o prefeito Rubens Bomtempo.
Neste primeiro momento, as equipes se reuniram com moradores do bairro Floresta e com a comunidade da 24 de Maio. Da mesma forma, a criação do aplicativo levará em consideração questões técnicas apontadas pelas equipes da Defesa Civil. “O aplicativo será adequado aos nossos protocolos de segurança de forma que seja uma ferramenta a mais de acionamento da população e contribua com as ações de prevenção e mitigação de riscos. O foco é salvar vidas”, destacou o secretário de Defesa Civil, Gil Kempers.
Para desenvolver o aplicativo, as equipes técnicas da Defesa Civil e da Wiiglo buscaram entender as necessidades locais em encontros com os representantes das comunidades.
“Escolhemos algumas localidades que foram impactadas pelas fortes chuvas para que os moradores pontuassem as questões mais relevantes de suas regiões, de forma que o aplicativo seja elaborado em adequação com as necessidades do município”, pontuou Rodrigo D’Almeida, que atua na gestão de projetos na Defesa Civil e trabalha diretamente na preparação e fortalecimento dos Núcleos Comunitários de Defesa Civil (Nudecs).
A proposta é que o aplicativo funcione de forma alinhada com os protocolos da Defesa Civil. “Estamos ajustando o nosso sistema para que eles atuem de forma conjunta. A proposta é que todo sistema acionamento da população como o de Alerta e Alarme e o de envio de SMS estejam sincronizados com o aplicativo”, destacou a diretora técnica da Defesa Civil, Eduarda Conde.
A partir desse primeiro momento de escuta, para o entendimento das necessidades locais, o desenvolvimento do aplicativo segue para uma nova fase. Com os dados obtidos, a empresa responsável pelo projeto vai adequar o aplicativo ao perfil do município. “O objetivo dessa ação foi de promover uma escuta ativa para receber a colaboração da população e ter a visão da Defesa Civil que tem olhar operacional para todas as comunidades. A ideia é obter aprendizado e refletir todas as informações dentro do aplicativo”, destacou o CEO da Wiiglo, Victor Azevedo, que prepara o aplicativo para começar a ser testado gradativamente em cada comunidade.

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: