Há vagas: projeto social ensina violão a crianças e idosos gratuitamente na Casa de Petrópolis

Estudantes de escolas públicas, bolsistas de instituições particulares e aposentados podem se inscrever para participar das aulas
A Casa de Petrópolis Instituto de Cultura agora abriga a Orquestra de Violões Raphael Rabello. O projeto social fundado em 2017 que já atendeu a mais de 200 crianças está com inscrições abertas para novos alunos. Estudantes de escolas públicas, bolsistas de escolas particulares e também idosos aposentados que queiram aprender a tocar violão podem se inscrever. As vagas são limitadas.
As aulas acontecem todas às quartas e sextas-feiras, com turmas iniciando às 9h, 10h, 11h, 13h30, 14h30 e 15h30. As classes são de até cinco alunos divididos de acordo com o nível de desenvolvimento de cada um e têm hora de duração cada. Para participar é necessário ter o violão e se inscrever pelo telefone (24) 99279 0831.
“Temos orgulho em abrigar um projeto como esse. A Casa renasceu justamente com o intuito de levar arte, cultura e lazer e a aprendizagem da música é um sinônimo disso. Queremos ajudar a elevar a nossa cidade e novos talentos podem ser encontrados aqui a qualquer momento”, destaca a diretora executiva da Casa, Rachel Wider.
A expectativa é que um concerto da Orquestra de Violões Raphael Rabello seja incluído na programação da casa, apresentando oficialmente os alunos em formação aos petropolitanos e turistas da cidade.
As aulas são ministradas pelo músico João Pedro Gomes, que fundou o projeto ao lado de Lucas Gotelip. João já tem longa estrada na música: são 13 anos desde que aprendeu a tocar violão e sete em atividades sociais como o ensino de música.
“O projeto foi desenvolvido com o foco em levar conhecimento sobre cultura e música popular brasileira aos jovens da cidade. O intuito é trazer até os jovens o senso de transformação e capacidade por meio da música e do violão. Minha ideia é reforçar o pensamento de que ‘se eu consigo tocar violão, consigo fazer o que eu bem quiser se me esforçar’”, explica o professor.
Batizado com o nome de Raphael Rabello, a orquestra busca homenagear um dos maiores violistas brasileiros, que morreu aos 32 anos de maneira precoce em 1995. Raphael participou de concertos e gravações com famosos músicos brasileiros, como Tom Jobim, Ney Matogrosso, Zé Ramalho, Jacques Morelenbaum e Paulo Moura, João Bosco e até de nomes internacionais, como Paco de Lucia.
A Casa de Petrópolis fica localizada à Avenida Ipiranga, 716 – Centro Histórico.

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: