Restaurada, Catedral vai impulsionar turismo na cidade

Um dos principais cartões postais de Petrópolis, a Catedral São Pedro de Alcântara, foi reaberta ao público, no início do mês de julho, após 18 meses de obras. O monumento passou por amplas reformas e oferece novidades aos milhares de petropolitanos e turistas que visitam anualmente o local.
Além de um mobiliário urbano novo e mais acessibilidade, a Catedral ganhou também uma galeria auto expositiva, com relíquias do passado, como imagens de santos e objetos religiosos, que datam do século XVI e ainda uma passarela acima da abóbada da câmara principal do templo. Nesta parte alta, o roteiro passa pelo órgão e a telas de vídeo com a história da Catedral. A última parada é na base da torre, com vista panorâmica da cidade.
A área externa ganhou novos jardins e piso tátil nas calçadas, além de entradas laterais conta agora com uma rampa de acesso, que se sobrepõe à velha escada de pedra.
O bispo de Petrópolis, Dom Gregório Paixão, destacou que a restauração foi obra coletiva de empresas e trabalhadores, além da prefeitura petropolitana. “Não podemos nos esquecer de ninguém. Desde os trabalhadores do canteiro de obras até os técnicos e coordenadores, todos trabalharam com afinco para entregarmos à cidade este patrimônio. Além de igreja mãe da diocese, a catedral é um bem artístico e cultural dos brasileiros”, afirmou o bispo.
A obra também foi autorizada pelo Ministério do Turismo e teve seus R$ 13 milhões de investimento financiados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES).
A expectativa é que a reabertura da Catedral ao público impulsione a visitação turística no local, reforçando, por outro lado, a vocação da cidade para o turismo histórico-cultural do país. As obras devem resultar em aumento de público e incremento anual na economia local em torno de R$ 10 milhões.

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: